Tráfico ordena cancelamento de bailes funk no Rio de Janeiro


Foto: Divulgação

Traficantes de várias favelas do Rio ordenaram que bailes funks fossem cancelados por conta do novo coronavírus. As determinações começaram na última sexta-feira (20) e se estendem até o próximo final de semana.

Em um anúncio do cancelamento do baile funk que aconteceria na favela da Palmeirinha, em Duque de Caxias, as atrações apareciam com máscaras e aparece uma tarja com a palavra “cancelado”. No Complexo do Chapadão, na Zona Norte, ocupado pela mesma quadrilha, o tráfico suspendeu os bailes por tempo indeterminado.

“A diretoria resolveu suspender a realização dos nossos bailes pelo motivo que todos já sabem, essa praga desse vírus vem se espalhando pela cidade e essa parada é muito séria. Enquanto não tivermos tranquilidade, o baile estará suspenso”, diz o aviso da maior facção do tráfico de drogas do estado.

Em Acari, onde atua um grupo rival, os criminosos explicaram o motivo do cancelamento em mais um aviso nas redes sociais.

“Devido a atual situação dessa pandemia de coronavírus em toda a região, não terá evento neste sábado. Pedimos a colaboração de todos: evitar aglomerações, som altos e bares. Grato, a diretoria agradece”, diz a nota.

Bailes também foram cancelados no Morro da Mineira, no Centro do Rio, na favela Furquim Mendes e na Vila do João, na Zona Norte, no Jardim Catarina, em São Gonçalo, e no B13, em Caxias. Do BN