Polícia do Rio apreende computador na administração de condomínio de Bolsonaro


Foto: Tânia Rego/Arquivo/Agência Brasil

A Polícia Civil do Rio de Janeiro apreendeu, na manhã de hoje (7), um computador na administração do condomínio Vivendas da Barra, onde o presidente Jair Bolsonaro (PSL) morou até dezembro do ano passado. A informação é do G1.

A ação tem como objetivo periciar o sistema de gravação do interfone do local e é parte da investigação do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em março do ano passado.

No condomínio em questão, morava o policial militar aposentado Ronnie Lessa, suspeito de ter efetuado os disparos. No dia do crime, Élcio Queiroz, acusado de dirigir o carro do qual Ronnie atirou, entrou no condomínio para visitar o suposto comparsa. Do Metro1