Ministro do STF envia ao TRE investigação contra Jutahy Jr. por ‘caixa 3’


Foto: Tácio Moreira/Metropress

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou o encaminhamento  para o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) do inquérito que apura crime de “caixa 3” supostamente recebido pelo ex-deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (PSDB).

De acordo com o BNews, a decisão de Moraes foi baseada no entendimento do STF de que o foro privilegiado é restrito a crimes cometidos no exercício do mandato.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Jutahy teria recebido recursos de maneira irregular na campanha eleitoral de 2010 para deputado federal.

Na prestação de contas, o tucano – que tentou, sem sucesso, se eleger ao Senado no ano passado – declarou ter recebido R$ 30 mil da Leyroz e da Praiamar.

No entanto, as investigações apontam que o valor teria sido repassado pela Odebrecht. As duas empresas teriam sido usadas para mascarar a origem do dinheiro, o que configura o suposto “caixa 3”.

Também são investigados o dono do Grupo Petrópolis, Walter Faria, o executivo da Odebrecht, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, e o dono das empresas Leyroz e Praiamar, Roberto Lopes. Jutahy nega as acusações. Do Metro1