Apresentador de programa policial sofre infarto quando defendia Bolsonaro


Foto: Reprodução/O Tempo

Um apresentador de telejornal em Belém do Pará teve um infarto quando defendia o presidente Jair Bolsonaro. Segundo o jornal O Tempo, Joaquim Campos apresentava nesta sexta-feira (23) o programa policial “Metendo a Bronca”, quando passou mal. No momento, comentava a situação dos focos de incêndio que têm ocorrido na Amazônia. O programa é exibido pela TV RBA, afiliada da Band em Belém.

Por meio de nota, a emissora disse que o quadro de saúde do apresentador é estável. Joaquim Campos foi submetido a um cateterismo e deve passar por um procedimento cirúrgico neste sábado (24).

Arrecadação federal com tributos soma R$ 137,7 bilhões em julho


Foto: Pixabay

A arrecadação de impostos e contribuições federais somou R$ 137,735 bilhões em julho, resultado 2,95% maior do que o registrado no mesmo mês de 2018. Na comparação com junho deste ano, o aumento foi de 14,61%. O valor arrecadado também representa o melhor desempenho para meses de julho desde 2011.

Entre janeiro e julho, a arrecadação federal somou R$ 895,330 bilhões, o melhor desempenho para o período desde 2014. O montante ainda representa crescimento de 1,97% na comparação com o mesmo período de 2018.

As desonerações concedidas pelo governo levaram a uma renúncia fiscal de R$ 54,413 bilhões entre janeiro e julho deste ano, valor maior do que no mesmo período do ano passado, quando ficou em R$ 46,318 bilhões. Apenas no mês de julho, as desonerações totalizaram R$ 7,606 bilhões, também acima do registrado em julho do ano passado (R$ 6,790 bilhões).

Facebook vai contratar jornalistas para fazer curadoria de notícias


Foto: Pixabay

O Facebook divulgou hoje (20) que pretende contratar uma equipe de editores para trabalhar no chamado News Tab, um esforço de notícias. De acordo com a rede social, jornalistas serão responsáveis por fazer a curadoria da página. A ideia da nova aba que será lançada pela companhia é mostrar reportagens mais recentes e relevantes para os usuários. A empresa quer reunir profissionais de diferentes meios e já está fazendo os primeiros anúncios de vagas para o trabalho. A ferramenta será separada do Feed de Notícias do Facebook.

Colisão entre carro e caminhão deixa dois mortos na BR-116, no trecho de Jequié


Foto: Blog do Anderson/Divulgação

Uma colisão entre um carro e um caminhão, na tarde desta sexta-feira (16), deixou dois mortos na BR-116 no trecho entre Manoel Vitorino e Jequié, no Centro Sul Baiano.

De acordo com o Blog do Anderson, o carro tinha quatro ocupantes. Duas pessoas ficaram feridas e foram levadas para o Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié.

Os corpos foram removidos ao Necrotério do Departamento de Polícia Técnica em Jequié. A Polícia Rodoviária Federal e a ViaBahia Concessionária de Rodovias registraram a ocorrência.

Bahia é o estado com maior número de desempregados


Foto: Márcia Folleto/Agência Brasil

A Bahia é o estado brasileiro com maior número de desempregados, com taxa de 17,3%, de acordo com levantamento divulgado hoje (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Depois da Bahia, única a atingir porcentagem superior a 17%, aparecem os estados do Amapá, com 16,9%, e Pernambuco, com 16%. A menor taxa é em Santa Catarina, que registrou 6%.

Salvador também não conseguiu um bom resultado no estudo. A cidade chega a ter a parcela de 17,7% da população sem trabalho, com o maior número entre as capitais brasileiras. Do Metro1

Ministro do STF manda soltar traficante Elias Maluco, condenado por matar Tim Lopes


Foto: Reprodução/Agência Brasil

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio decidiu nesta sexta-feira (2) conceder liberdade ao traficante Elias Pereira da Silva, conhecido como Elias Maluco. O homem foi condenado pelo assassinato do jornalista Tim Lopes em 2002 e estava em prisão preventiva. Ao julgar o caso, o ministro entendeu que Elias Maluco não pode ficar preso por tempo indeterminado e sem julgamento definitivo por essa acusação.

Pela decisão do ministro, o acusado deverá ser libertado, caso não esteja preso em função de outros mandados de prisão. A defesa e o STF não souberam informar se Elias será solto ou não.

Além da condenação pela morte de Tim Lopes, consta contra Elias Maluco, segundo o site do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, uma condenação, em 2013, de 10 anos, sete meses e 15 dias de reclusão por lavagem de dinheiro. Pela morte de Tim Lopes, ele foi condenado, em 2005, a 28 anos e seis meses de prisão.

De acordo com a Agência Brasil, o habeas corpus foi concedido em um processo que tramita na Justiça de São Gonçalo (RJ). Um mandado de prisão preventiva, em 2017, foi expedido contra o acusado pelo crime associação para o tráfico.

“O paciente encontra-se preso, sem culpa formada, desde 7 de julho de 2017, ou seja, há 2 anos e 24 dias. Surge o excesso de prazo. Privar da liberdade, por tempo desproporcional, pessoa cuja responsabilidade penal não veio a ser declarada em definitivo viola o princípio da não culpabilidade”, decidiu o ministro.

Pela decisão, o acusado, se for solto, ainda terá que permanecer em sua casa, deverá comparecer ao Judiciário quando for chamado e “adotar a postura que se aguarda do homem médio, integrado à sociedade”.

São Paulo oficializa a contratação do lateral-direito Daniel Alves


Foto: Tiago Caldas/Bahia Notícias

Depois de comandar a Seleção Brasileira na conquista da Copa América, o lateral-direito Daniel Alves tem um novo destino. Na noite desta quinta-feira (1), o São Paulo oficializou a contratação do jogador através das redes sociais. 

“Agora, em 2019, eu poderia escolher qualquer lugar para jogar. Mas escolhi o Brasil pelo meu país, pelo meu povo, pelo meu clube de coração”, disse o jogador.

Com 36 anos de idade, Daniel Alves é de Juazeiro e foi revelado pelo Bahia. Ele passou por clubes como Sevilla, Barcelona, Juventus e Paris Saint-Germain, onde estava até o fim da última temporada europeia. Sem contrato, o atleta buscava um novo clube para seguir a carreira. Seu vínculo com o tricolor paulista é válido até o final da temporada 2022. Por Ulisses Gama

Operações com criptomoedas feitas a partir desta quinta tem que ser informadas à Receita


Foto: Reprodução/FIA

As operações com criptomoedas (entre elas o Bitcoin) feitas a partir desta quinta-feira (1) por pessoas físicas, jurídicas e corretoras terão que ser informadas à Receita Federal. O leão quer saber quem está usando essas moedas, quanto está pagando por elas e como. A determinação está em uma instrução normativa publicada no Diário Oficial.

As intenções são, segundo o órgão, combater a sonegação fiscal e evitar crimes como lavagem de dinheiro e remessa ilegal de divisas ao exterior.

“A coleta de informações sobre operações com criptoativos tem se intensificado em vários países, após a constatação de que grupos estariam se utilizando do sistema para cometer crimes como lavagem de dinheiro, sonegação e financiamento ao tráfico de armas e terrorismo”, afirma a Receita em nota, segundo o G1.

De acordo com as novas regras, as exchanges de criptoativos (corretoras que fazem a compra e venda das moedas virtuais) localizadas no Brasil terão que informar à Receita todas as operações realizadas, sem limite de valor. Já as operações realizadas por brasileiros e empresas brasileiras em exchanges no exterior, ou fora do ambiente dessas corretoras, terão que ser reportadas pelos próprios clientes, sempre que o valor mensal movimentado ultrapassar R$ 30 mil.

As nformações que serão solicitadas pela Receita, estão a data da operação, o tipo de operação, os titulares da operação, os criptoativos usados na operação, a quantidade de criptoativos negociados, o valor da operação em reais e o valor das taxas de serviços cobradas para a execução da operação, em reais, quando houver. O fisco também quer saber o endereço da carteira virtual do remetente e do recebedor das criptomoedas.

Endividamento de famílias cresce pelo sétimo mês seguido, diz CNC


Foto: Reprodução/G1

O percentual de famílias endividadas no país aumentou de 64% em junho para 64,1% em julho deste ano. Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), é a sétima alta consecutiva do indicador.

O percentual de endividados, ou seja, de pessoas que têm dívidas em atraso ou não, também cresceu na comparação com julho do ano passado, quando a proporção era de 59,6% das famílias. Nesse tipo de comparação, é a sexta alta consecutiva.

A pesquisa também mostrou que houve aumento no número de inadimplentes, que são os que têm contas ou dívidas em atraso: de 23,6% em junho para 23,9% em julho deste ano. Houve alta ainda na comparação com julho de 2018 (23,7%), segundo a Agência Brasil.

Já aqueles que não terão condições de pagar suas contas em atraso somaram 9,6% em julho deste ano, acima dos 9,5% de junho deste ano e dos 9,4% de julho do ano passado.

Entre as famílias com contas ou dívidas em atraso, o tempo médio de atraso foi de 64 dias em julho deste ano, superior aos 62,9 dias de julho de 2018. O tempo médio de comprometimento com dívidas entre as famílias endividadas foi de sete meses, sendo que 32% delas estão comprometidas com dívidas por mais de um ano, de acordo com a CNC.

Ex-Chiclete com Banana, Cacik Jonne é sepultado em Salvador


Foto: Vagner Souza/BNews

João Fernandes da Silva Filho, conhecido como Cacik Jonne, ex-guitarrista da Banda Chiclete com Banana, foi sepultado no fim da manhã deste sábado (27), no cemitério Campo Santo, em Salvador. Parentes, amigos, fãs e artistas foram até o Campo Santo para a última despedida. O músico morreu na sexta-feira (26), após 20 anos de luta contra a ataxia cerebelar, uma doença degenerativa.

O músico se consagrou ao fazer parte da banda Chiclete com Banana por duas décadas. Durante os shows, ele se aprestava com visual diferenciado, ostentando um cocar e pinturas indígenas no rosto. Cacik Jonne morava com a madrasta, a irmã e uma amiga. Ele não deixa filhos. Do Metro1